CENTRO ESPÍRITA ALLAN KARDEC EM UBERABA-MG

Primeira Fase de 1966 à 1990
Fundação

centro-espirita-allan-kardec-em-uberaba-mg-1A iniciativa da fundação do Centro Espírita Allan Kardec, partiu da Sr.ª Sílvia de Oliveira Rosa, nascida em 18 de setembro de 1916, em Irapé, Município de Botucatú, Estado de São Paulo. Desencarnou aos 74 anos, em 08 de fevereiro de 1990, em Uberaba (MG), Dona Sílvia era uma pessoa dinâmica, alegre, disciplinada e reservada, pouco falava de si: sabemos que após esposar Francisco Rosa e Silva, pecuarista em Uberaba, passou a residir em Uberaba.

Eles se conheceram nas viagens que fazia a negócios com o gado zebu.

Entre vários amigos que tinham, um se destacou pela influência e incentivo à fundação do Centro Espírita Allan Kardec; Francisco Cândido Xavier. D. Sílvia se manteve a frente dos trabalhos da casa com o apoio do marido, até que o mesmo desencarnou em 25 de dezembro de 1980.

Seu esposo desencarnou, grande tristeza abateu seu coração. Enfrentou as preocupações pessoais e da instituição. Logo após o desencarne do esposo, veio a desapropriação do Centro pela Prefeitura Municipal. Com o auxilio de alguns amigos, ficou na presidência do Centro até seu desencarne em 1990.

Primeiras Orientações Espirituais

Francisco Cândido Xavier, foi seu incentivador e conselheiro. Através dele D. Sílvia recebeu mensagens de Bezerra de Menezes, aconselhando e sugerindo o nome do Centro.

Primeira Mensagem

Orientação do espírito Bezerra de Menezes, para Dona Sílvia Rosa: Filha, Jesus nos Abençoe: Cremos que nenhum nome deve ser mais homenageado que o do apostolo da codificação da Doutrina Espírita Allan Kardec.

Quanto à orientação geral do grupo, convirá iniciar-lhe as tarefas com a simplicidade máxima, sem qualquer manifestação de natureza pessoal. Acima de tudo oferecemos ao Cristo o nosso pequenino esforço e esperamos que ele nosso eterno amigo nos inspire e nos abençoe.

Segunda Mensagem

Orientação do espirito Bezerra de Menezes ao grupo que seria formado.

Nossos amigos estão recebendo o amparo dos benfeitores espirituais, que lhes assistem as tarefas para os encargos que estão abraçando perante Jesus, confiemos na benção do senhor, trabalhando sempre na sementeira da luz e seara do bem.

Bezerra

Centro Espírita Alan Kardec – Registro do estatuto

centro-espirita-allan-kardec-em-uberaba-mg-2Seguindo as orientações de Chico Xavier, D. Sílvia recorreu ao presidente da Aliança Municipal Espírita, Dr. Jarbas Leone Varanda e ao confrade Antonio Fonseca, para auxilia-la na elaboração do Estatuto que foi registrado em cartório em 15 de junho de 1966 com o objetivo e finalidade de: Terá seu templo por tempo indeterminado, tendo por finalidade a divulgação através do ensinamento doutrinário falado e escrito, bem como a prática da assistência social de conformidade com os princípios codificados por Allan Kardec, na revivescência dos ensinos de Jesus. (transcrito do Estatuto)

 

Primeira Diretoria Fundadora

Gestão de 1966 a 1968

presidente: Sílvia de Oliveira Rosa

Vice.Presidente: Sr.: Revail França

Secretária: Sra. Anna Maria Figueiredo Franca

1º Tesoureiro: Benedito Euripedes Carmelita

2º Tesoureiro: Sr. Balduino Souza Neto

Inauguração da Primeira Sede

Foi inaugurada em reunião festiva a sede do centro e consequentemente o funcionamento regular de suas atividades, em 19 de Maio de 1968.

Estiveram presentes vários confrades entre eles. Benedito Carmelita e esposa, Maria de Lourdes Souza Amorim, Maria Rodrigues Salvador, Divino Beirigo de Souza, Hélio Veloso dos Santos, Antônio Basílio de Carvalho etc.

A planta do prédio foi feita pelo Engenheiro Dr. Wagner do Nascimento. A doação da área foi na gestão do prefeito Dr. João Guido

Primeiras Atividades

As primeiras atividades foram de Assistência Fraterna, em residência da irmã Sílvia, chácara no antigo corredor do gado, perto do curtume. Consistia em: distribuição natalina agasalhos, cobertores, pães, remédios, alimentos. Grupo de voluntárias lhe auxiliavam na costura de enxovais para bebê.

Somente após a construção do prédio, é que passaram a realizar-se as reuniões públicas de estudos, passes, desobsessão, sopa, evangelização e mobral.

Primeira Atividade do Centro

Assistência fraternal e mediúnica;
Palestras e passes;
Sopa atendendo a dezenas de pessoas;
Costura;
Campanha para o dia das mães, com doações de cobertores e lanches;
Campanha do natal com doações de cestas básicas;
Doações de medicamentos, enxovais para recém nascido;
Curso para analfabetos (o antigo mobral).

Carta de Francisco Cândido Xavier a D. Sílvia Orientando a Fundação

Uberaba, 15-7-66

Prezada irmã D. Sílvia

Deus nos abençoe.

centro-espirita-allan-kardec-em-uberaba-mg-3Um abraço do coração, extensivo ao nosso caro Chiquito. Considero muito valiosa a iniciativa de formação do nosso Centro e espero em Deus que tudo de certo. Será mais uma casa de Jesus e da caridade de Jesus. Não mereço lugar que me foi atribuído depois conversaremos sobre a obra. Cheguei ontem, e tenho já hoje jornalista que está a minha procura, motivo pelo qual peço à querida irmã adiar o nosso encontro pessoal para hoje à noite na Comunhão. Se Deus quiser teremos tempo para trocar ideias. Sobre os Estatutos, peço à sua bondade consultar os nossos irmãos e amigos Sr. Jarbas Varanda e Antônio Fonseca. Amigos, na posição de advogado e o outro, como sendo presidente da Aliança Municipal Espírita de Uberaba devem ser consultados sobre o assunto, pois, nessa matéria, são em Uberaba, dos nossos melhores orientadores. Prezada irmã muito grato pelas faragias.

Para o seu bondoso coração e para nosso caro Chiquito um grande abraço do irmão reconhecido de sempre.

Chico

Desapropriação da Sede Própria

Aproximadamente, em 1981, foi desapropriado pela prefeitura de Uberaba, na gestão do prefeito Wagner do Nascimento, a área que hoje serve como .Deposito da Prefeitura.: Avenida Alexandre Barbosa n.º 1510, Mercês esquina com a rua Manoel Filipe.

O prefeito doou outra área nas proximidades, à rua Delta, que mais tarde a pedido de D. Sílvia passou-se a chamar rua Allan Kardec. O prefeito Wagner do Nascimento fez o projeto da nova sede que depois de muitos aborrecimentos, ajustes e luta, passou a ser a sede definitiva do Centro Espírita Allan Kardec, mais ou menos em 1982.

A fundadora do Centro, e também Presidente, fez sua residência no terreno ao lado do centro, pois já estava viúva e presidiu até o seu desencarne em 1990, passando todos os seus bens para a entidade que fundou e amou; sua residência foi reformada e construída salas de Evangelização e Biblioteca, passando a chamar esta área de Departamento da Criança Sílvia de Oliveira Rosa, em homenagem à sua dedicação e seu amor às crianças.

Em homenagem ao Espiritismo, auxiliada pelo sobrinho de seu marido, então deputado Arnaldo Rosa Prata, requereu a Câmara Municipal, nomes para as ruas no Bairro Tutunas.

  • Rua Maria João de Deus – Bairro Tutunas
  • Rua Adolfo Bezerra de Menezes – Bairro Tutunas
  • Rua Chiquito Rosa – Bairro Tutunas
  • Rua Allan Kardec – Bairro Mercês

D. Sílvia desencarnou em 08 de Fevereiro de 1.990 após ter cumprido a tarefa de Natal que mais gostava, mas que lhe trazia saudades e recordações de seu esposo, Chiquito que desencarnou no dia de Natal.

D. Sílvia passou mal e foi levada por amigos ao médico, sendo internada por muitos dias, vindo a falecer deixando tristeza e saudades.

Diretoria quando D. Sílvia desencarnou.

Presidente: Sílvia de Oliveira Rosa
Vice.presidente: Maria de Lourdes Oliveira Lyrio
1º Secretário: Aurelino Luiz da Costa
2º Secretário: Dr. Francisco de Assis Lyrio
1º Tesoureiro: José Osmar de Carvalho
2º Tesoureiro: Olimpio Basílio de Carvalho
Presidente de honra: Francisco Candido Xavier e Antonio e Basílio de Carvalho
Diretor de sede: Leandro Carvalho Assunção, José Gonsali Mendes
Bibliotecário: Vanderli João Barbosa

Segunda Fase de 1990 à 2000

centro-espirita-allan-kardec-em-uberaba-mg-4A tarefa da continuidade:

Após o desencarne da fundadora do Centro, que esteve na direção do mesmo no período de março de 1966 à fevereiro de 1990 (24 anos), foi necessário a reorganização da equipe administrativa.

Com o apoio da vice presidente Maria de Lourdes Lyrio, e seu esposo tesoureiro Francisco Assis Lyrio e o 1º secretario Aurelino Luiz da Costa, filho de Aurelino Luiz da Costa, citado por Dona Sílvia como grande amigo e seu benfeitor, nos momentos difíceis que passou em sua vida financeira. O grupo de trabalhadores da sopa e médiuns assumiram as responsabilidades da direção e execução dos trabalhos, seguindo as orientações espirituais:

  • Fidelidade á Kardec, abrir as portas da casa oferecendo todo seu espaço físíco às atividades Espíritas do Centro.
  • Abrir as portas da casa à Comunidade Espírita. (AME)
  • Valorizar o trabalho de equipe com muito zelo para que nenhuma ovelha se perca.
  • Preservar a memória de Dona Sílvia (depois dela, tudo que fizermos será simples melhoria).

Para atingir os objetivos propostos pela espiritualidade, e pelo grupo, os trabalhadores da Casa não mediram esforços para a reforma do prédio, demolindo a residência de D. Sílvia, que por avaliação do Engenheiro Mauro Cesar Barbosa, estava em péssimas condições de infra estrutura.

Foram construídas no mesmo local, 3 salas de evangelização e no fundo 1 biblioteca com 2 banheiros, foi conservada a parreira de flores que ela plantou que serve para reuniões.

Criou-se reuniões de estudos, encontros, visitas fraternas, lanches para as crianças, sopa na 6ª feira que por necessidade foi suspensa em 1.990, trabalhos manuais etc.

centro-espirita-allan-kardec-em-uberaba-mg-5Por orientação de Bezerra de Menezes à Ernestina Olinda Fernandes o grupo procurou se integrar também na AME.

As reuniões públicas que nos últimos tempos eram realizadas no horário das 18 horas, passaram para as 19h30min às segundas, quartas e sextas-feiras (quarta-feira, desobsessão), para facilitar aos frequentadores e expositores da AME.

Foi criado em 1992, reunião para passes Curadores às quintas-feiras, às 18 horas, e visitas fraternas aos irmãos assistidos no Departamento de Assistência Fraterna., aos Sábados ás 16 horas.

Tendo sempre em vista a valorização grupal, a união a disciplina sempre com a preocupação de zelar, adubar, regar a árvore que Jesus, Kardec e D. Sílvia plantaram e legaram à família espírita.

Diretoria: 29/03/1990 a 1992

1º Após o desencarne de D. Sílvia

Presidente: Ernestina Olinda Fernandes
Vice-presidente: Maria de Lourdes Oliveira Lyrio
1º Secretário: Aurelino Luiz da Costa
2º Secretário: Dr. Francisco de Assis Lyrio
1º Tesoureiro: Cornélio José Tiago
2º Tesoureiro: João Jorge Kozak
Diretor de sede: Valdemar João Barbosa e Adelino Donizetti da Costa
Assistente social: José Vandes César, Maria José Beirigo e Vilma Souza Barbosa
Bibliotecário: Beatriz Rocha Pereira Thiago e Valéria Beatriz Lemos

Conselho fiscal: Mercina Maria Borges, Aulestia Gonçalves Fidelis, Egidio João Barbosa, Gilka Rocha Pereira, Raul Antonio Fernandes, Lucimar Aparecida Gomes Barbosa, Diná Gonçalves.

Presidente de Honra: Francisco Cândido Xavier e Antônio Basílio Carvalho

Para atender às novas necessidades da equipe de trabalho os diretores organizaram às atividades em departamentos cada um com seu diretor responsável, orientados pelo regimento interno, elaborado em 1.992.

Ficaram na direção dos departamentos de 1.992 a 2.000

Departamento Administrativo

  • Ernestina Olinda Fernandes
  • Cornélio José Thiago
  • Adelino Donizete da Costa
  • Valdemar Barbosa, João Kozak

Departamento de Orientação Mediúnica

  • Antonio Basílio
  • Ernestina Olinda Fernandes

Departamento de Estudos Doutrinários

  • Cornélio Thiago
  • Ernestina Fernandes
  • Marden
  • Terezinha de Oliveira
  • Maria José Beirigo

D.I.J. Departamento Infância e Juventude

  • Maria José Beirigo
  • Marco Antonio de Paula
  • Vilma Barbosa
  • Váleria Beatriz Lemos
  • Maria Auxiliadora Campos

Departamento de Assistência Fraterna

  • Leda Helena Kozak
  • Beatriz Rocha Pereira

centro-espirita-allan-kardec-em-uberaba-mg-6Em 1.994 atendendo as necessidades pessoais de alguns diretores, a presidência do Centro passou para o até então tesoureiro Cornélio José Thiago.

Deste modo a diretoria do centro ficou composta como:

Presidente: Cornélio José Thiago
Vice presidente: Maria José Beirigo
Diretor de sede: Adelino Donizetti da Costa
1º Secretário: Maria Auxiliadora Campos
2º Secretário: Aurelino Luiz da Costa
Bibliotecária: Márcia Abrão Frange Cunha
1º Tesoureiro: João Jorge Kozak
2º Tesoureiro: Adelino Donizetti da Costa

Estudos Sistematizados

  • Iniciou-se em 1991 aos domingos às 8h:30min, O livro dos Espíritos sob a coordenação de Ernestina Olinda Fernandes, passando em 1994 para a direção de Antonio Corrêa de Paiva, amigo e colaborador de D. Sílvia
  • Em 1992 sob a direção de Ernestina Olinda Fernandes, estudos das obras de André Luiz; O que é o Espiritismo até 1994 às segundas-feiras às 20h30min. Em 1994 sob a coordenação de Marden Terezinha e direção de Cornélio José Tiago, passou para as sextas-feiras com o estudo de O Livro do Médiuns. Em 1.998 retornou para segunda-feira às 20h30min com a colaboração de Antonio Corrêa de Paiva, direção de Ernestina Olinda Fernandes, continuando o estudo de O Livro dos Médiuns.
  • Em 1993, na direção de Marco Antonio de Paula, estudou os seguintes livros: Vida e Obra de Kardec, os três volumes; Zêus Wantuil e Francisco Thiesen; Estudando a Mediunidade de Martins Peralva; O Céu e o Inferno de Allan Kardec.
  • Foram promovidos diversos encontros doutrinários com assuntos específicos dos departamentos. Tendo no início a colaboração dos irmãos Braz Marques, Valter Barcelos, Dr. Elias Barbosa, etc.

Por todos os benefícios morais, espirituais e físicos que os nossos irmãos da 1ª hora nos legou, nós agradecemos e rogamos a Deus, e aos Benfeitores Espirituais, que os abençoe e lhes dê frutos de paz e alegria pelo dever cumprido.

Aos irmãos que continuam na direção dos trabalhos os médiuns, trabalhadores e colaboradores de hoje, que Deus, Jesus e os Benfeitores Espirituais continuem orientando, incentivando e auxiliando no discernimento e bom senso para que façam das atividades o Evangelho em ação, sem personalismo, dogmas, sectarismo, e fiéis servidores de Jesus e Kardec.

Responsável pela pesquisa e elaboração deste documento histórico: Ernestina Olinda Fernandes.
Fonte de informação: Atas, entrevistas, fatos vivenciados pela equipe.
Colaboradores: Cornélio José Tiago, Marcus Vinicius de Paula
Uberaba, outubro de 1999

Atividades da Casa – Centro Espírita Allan Kardec
Rua Allan Kardec nº 61 –Mercês – Uberaba/MG

  • Segunda-feira:
    • Visitas e passe aos enfermos – das 13h às 17h
    • Palestras e Passes a partir das 19h30min às 20h30min
  • Quarta-feira:
    • Trabalhos Manuais (pintura, croché, costura, tricô) – a partir das 13h às 17h
    • Desobsessão (somente médiuns da casa) – das 19h30min às 20h30min
  • Quinta-feira:
    • Passes – a partir das 19h: às 19h30min
    • Estudo do “O Livro dos Médiuns” – a partir das 19h30min às 20h30min
  • Sexta-feira:
    • Palestras e Passes – a partir das 19h30min às 20h30min
    • Fluidoterapia (tratamento espiritual) – a partir das 18h30min
    • Evangelização das crianças – a partir das 19h30min às 20h30min
  • Sábado:
    • 1º e 3º Sábado de cada mês Psicografia a partir das 19h
  • Domingo:
    • Homeopatia (tratamento homeopático) – a partir das 07h
    • Estudos “O Livro dos Espíritos” – a partir das 08h30min às 09h15min Evangelização das crianças – a partir das 08h30min às 09h30min
    • Palestras e Passes – a partir das 09h15min às 10h
    • Sopa Fraternal – a partir das 09h às 11h

RECEBA O JORNAL GRÁTIS

Digite seu e-mail para receber as novas publicações do J.E.U. por e-mail.

%d blogueiros gostam disto: