CASO 79 – UMA VISITA DE LUIZ GUIMARÃES

lindos casos de chico xavierGrande número de irmãos se reunia na residência do nosso confrade Luiz Mescolin, na cidade de Juiz de Fora, em Minas, na noite de 12 de junho de 1949, palestrando sobre Espiritismo e poesia, quando alguém lembrou a suavidade das produções de Luiz Guimarães.

E se o poeta viesse escrever algo?

Depois de alguns momentos, congregaram-se os circunstantes num círculo de oração e o Poeta lembrado apareceu, escrevendo pelo Chico o seguinte soneto:

Cartão Fraterno

 Abre teu coração à luz divina
Para que a luz do amor em ti desponte.
E subirás, cantando, o excelso monte
Que de bênçãos celestes se ilumina.

Honra a luta na terra que te inclina
À sublime largueza de horizonte.
A nossa dor é a nossa própria fonte
De profunda verdade cristalina.

Quebra a escura cadeia que te isola!
Faze de teu caminho a grande escola
De renascente amor, puro e fecundo!

Deixa que o Cristo te penetre a vida
E que sejas do Mestre a chama erguida
À luminosa redenção do mundo.

Luiz Guimarães

Esta produção mediúnica está publicada na revista espírita O Médium, da referida cidade, em seu número de junho de 1949.

Transcrito do livro “Lindos Casos de Chico Xavier” de Ramiro Gama.

RECEBA O JORNAL GRÁTIS

Digite seu e-mail para receber as novas publicações do J.E.U. por e-mail.

%d blogueiros gostam disto: